Após problemas com robôs, Elon Musk diz que humanos são 'subestimados'

Apesar do medo generalizado de que robôs vão ocupar o lugar de trabalhadores humanos no futuro, ao menos um bilionário da tecnologia acredita que funcionários de carne e osso ainda têm o que oferecer à indústria.

Em uma entrevista ao programa "This Morning", do canal norte-americano CBS, Elon Musk falou sobre o uso de robôs na produção dos carros elétricos da Tesla, uma das empresas das quais o sul-africano é fundador.

Perguntado se o uso excessivo de robôs na linha de produção atrasou o lançamento do Model 3, sedan elétrico anunciado em julho do ano passado, Musk admitiu que sim, e que havia "robôs demais" na fábrica da empresa em São Francisco, nos Estados Unidos.

No Twitter, Musk explicou seu ponto de vista. "Automação excessiva na Tesla foi um erro. Para ser exato, foi erro meu. Humanos são subestimados", comentou. Não é a primeira vez que Musk fala em problemas na produção do Model 3, que ele chegou a classificar como "inferno".

Estudos indicam que até 800 milhões de vagas de emprego podem ser preenchidas por robôs até 2030.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ